in

H&M vai fechar 170 lojas

Foto Sorbis/Shutterstock

A H&M vai fechar, este ano, 170 lojas, no seguimento da crise gerada pelo novo coronavírus e os prejuízos incorridos como resultado da mesma.

No último trimestre, o grupo entrou em perdas, pela primeira vez em décadas. As vendas caíram 50%, o que levou Helena Helmersson, CEO da H&M, a anunciar mais encerramentos de lojas e menos aberturas.

 

Foco no e-commerce

A H&M quer apostar mais no comércio eletrónico, após o forte crescimento registado neste canal durante o período de confinamento para combater a propagação da Covid-19. A pandemia causou mudanças no comportamento de compra, que irão acelerar a digitalização do sector da moda. De acordo com a CEO da H&M, os clientes tradicionais das lojas físicas estão a comprar mais online e cada vez mais homens estão a avançar para o e-commerce.

Publicidade

consumo

Clima de consumo na Europa continua a subir

Comida de conforto

Covid-19 acresce preocupações com a saúde física e emocional