in

Frutas e legumes duplicam valor das exportações em apenas 8 anos

Depois de uma subida de 23% no primeiro semestre, as vendas ao exterior de frutas e legumes poderão superar os 1.500 milhões de euros.

As razões para esta expectativa são a qualidade garantida pelo clima atlântico, a diversidade de produtos e a transformação que a fileira sofreu nos últimos anos, com a aposta “no conhecimento, na inovação, nas novas tecnologias”, explica Luís Vieira, secretário de Estado da Agricultura e Alimentação.

Este ano, as frutas e legumes valerão quase o dobro do vinho na exportação (vinho do Porto incluído). A meta de superar os dois mil milhões de euros em 2020 permanece alcançável. “Queremos manter um crescimento acima dos 10% ao ano nas exportações”, diz Gonçalo Andrade, presidente executivo da Portugal Fresh. No primeiro semestre, a ambição foi superada: as vendas ao exterior cresceram 23%, principalmente arrastadas pelo segmento das frutas, a subir 45% no período.

Publicidade

Amazon abre espaços próprios dentro de outras lojas

Tété lança iogurte de cabra