in

França proíbe venda de ovos frescos de galinhas criadas em gaiolas

Algumas cadeias de supermercados já se adiantaram à diretiva do Governo francês que vai proibir a venda de ovos frescos de galinhas criadas em gaiolas a partir de 2022.

Em 2022, os ovos frescos procederão de criações ao ar livre e não das de gaiolas. Trata-se de um compromisso da nossa campanha eleitoral e mantemo-lo”, indicou o ministro da Agricultura francês, Stéphane Travert.

Não obstante a produção em massa em explorações onde as galinhas são criadas em gaiolas não vai acabar, pois continuará a estar autorizada para os produtos transformados à base de ovos.

De acordo com as organizações ambientais, os ovos de galinhas criadas em gaiolas são prejudiciais para os animais, que vivem confinados em espaços fechados e sem luz natural, e para a saúde dos humanos, pois estas galinhas estão mais expostas a doenças.

Publicidade

Publicidade

O mundo à conquista da China e a China à conquista do mundo

Lucros da Coca-Cola descem 81%