Aldi-Deliveroo
in ,

Experiência do Aldi com a Deliveroo revela o potencial do e-commerce para os operadores de discount

Numa altura em que o e-commerce e o “delivery” estão em crescimento, devido ao Natal e à Covid-19, o Aldi ampliou a parceria que mantém com a Deliveroo no Reino Unido para 130 das suas 900 lojas e vai testar a opção de “click and collect” em outras 200 na época natalícia.

De acordo com a GlobalData, a pandemia resultou numa quase duplicação das vendas online de alimentos. A quota do Aldi no Reino Unido cresceu de 7,3%, em 2019, para 12,5%, este ano, com a consultora a estimar outro aumento, em 2021, para os 13,1%. “A pandemia deu prioridade ao canal de e-commerce, uma vez que muitos consumidores não estão dispostos a ir às lojas físicas com receio de serem infetados. O teletrabalho encorajou os consumidores a abraçarem o online, quase duplicando a quota do e-commerce no mercado alimentar”, avança Ryan Whittaker, analista de consumo na GlobalData.

 

Mudança permanente

Este movimento forçado para o e-commerce deverá ser permanente para os retalhistas. A pesquisa recente da GlobalData apurou que 26% dos consumidores britânicos estão a passar mais tempo em compras online de alimentos. “O movimento para o online colocou os operadores de discount numa posição precária, uma vez que os seus modelos de negócio têm sido mais focados na rentabilização da experiência nas lojas físicas, com um serviço mínimo, quando existente, ao nível do online e margens muito reduzidas. O Aldi tem tido uma década de forte crescimento, mas encontrou dificuldades, durante a pandemia, devido aos seus serviços online limitados. Mas, mais uma vez, mostrou a sua agilidade ao fazer uma parceria com a Deliveroo e expandi-la na preparação do Natal”, acrescenta.

O impacto da Covid-19 nas vendas online de base alimentar deverá ser significante e duradouro. De acordo com a GlobalData, o valor do canal deverá crescer 86,5%, no Reino Unido. Líder deste mercado, a Tesco reportou um aumento de 69% no seu e-commerce. “Com os consumidores a manterem-se em casa e a cozinharem mais na preparação do Natal, irão apoiar-se nas plataformas de e-commerce para fazerem as suas compras, o que significa que os operadores de discount terão de oferecer entregas e serviços ‘click and collect’ para serem competitivos”, conclui Ryan Whittaker, para quem essa conveniência poderá fazer toda a diferença para os consumidores britânicos.

Continente Bom Dia Gomes Freire_11

Continente Bom Dia abre loja na Gomes Freire

Carrinho de compras com máscara de Covid-19

Poder de compra reduz em 773 euros devido à Covid-19