in

Embalagens de take-away dominam poluição de plástico nos oceanos

Foto Shutterstock

Sacos de utilização única, garrafas de plástico e embalagens e embrulhos de comida são os quatro itens que mais poluem os mares, representando quase metade do desperdício causado pelo homem, indica um estudo publicado no jornal Nature Sustainability.

Apenas 10 tipos de produtos de plástico, incluindo tampas e artes da pesca, representam 75% do lixo, devido à sua elevada disseminação e muito lenta degradação.

Os investigadores indicam que a identificação das principais fontes da poluição marinha com plástico tornou muito claro que este fenómeno terá de ser travado na origem, apelando a proibições aos produtos mais comuns em termos de desperdício e a que os produtores assumam a sua responsabilidade. “Não estamos surpreendidos que o plástico represente 80% do lixo, mas a elevada proporção das embalagens de take-away surpreendeu-nos”, afirma Carmen Morales-Caselles, investigadora da Universidade de Cádis, que liderou a pesquisa. “Esta informação irá facilitar que os governos possam, realmente, travar que o lixo chegue ao oceano, em vez de apenas o limpar”.

 

Lixo

As palhinhas e a palhetas representam 2,3% do luxo e os cotonetes com bastão em plástico cerca de 0,16%. “É positivo que tenham sido tomadas ações quanto a estes produtos, mas não estamos a lidar com o problema principal, estamos a distrair-nos”, indica a investigadora.

A análise contemplou artigos maiores que três centímetros e identificáveis, excluindo fragmentos e microplásticos. Distinguiu entre os artigos para take-away e embalagens de produtos de higiene e domésticos.

A maior concentração de lixo foi encontrada nas costas e no fundo do mar perto das linhas de costa. De acordo com os investigadores, o vento e ondas arrastam repetidamente o lixo na direção da costa, onde se acumula no fundo do mar. Artes de pesca, como redes e cordas, são apenas significativas em mar aberto, onde representam metade de todo o lixo.

Publicidade

comércio eletrónico

Comércio eletrónico causa menos impacto ambiental do que o comércio offline

Amazon Fresh Bellevue

Amazon abre a sua primeira loja automatizada de grande dimensão