in

E-commerce vai representar um quarto das vendas a retalho globais até 2025

Foto Shutterstock

O comércio eletrónico irá representar quase um quarto das vendas a retalho globais, em 2025. De acordo com uma projeção da Stockapps.com., as vendas online atingirão 7,4 biliões de dólares.

A crescente adoção e penetração da Internet impulsionou um aumento anual de compradores online. Por exemplo, em 2020, mais de dois mil milhões de consumidores fizeram as suas compras online, impulsionando as vendas online, a nível mundial, acima dos 4,2 biliões de dólares.

Em 2021, os smartphones facilitaram cerca de 70% das visitas a sites de retalho, a nível mundial. À medida que a sua adoção progride, os analistas projetam que os dispositivos móveis moldarão as futuras experiências de compras. Por exemplo, o tráfego móvel gera até 65% do volume de transações na Internet da Coreia do Sul.

 

Líderes de mercado

Em 2019, os marketplaces representavam a grande parte das compras online em todo o mundo. A Amazon tem permanecido líder, em termos de tráfego que atrai. Em meados de 2020, atraiu mais de 5,2 mil milhões de visitantes únicos.

A pandemia representou um impulso para os sectores de vendas digitais que, graças às medidas de contenção, se tornaram para muitos em verdadeiras alternativas às compras presenciais. Dados do mercado mostram que o tráfego de comércio eletrónico de retalho atingiu os 22 mil milhões de visitas mensais.

Publicidade

Cibercrime

Produção de bens alvo de ataques cibernéticos

lockers

Centros comerciais Aqua Portimão, Espaço Guimarães e Parque Nascente instalam lockers da DPD