in

Crise dos ovos contaminados estende-se pela Europa

O alerta dos ovos contaminados estende-se já a sete países da União Europeia, em concreto à Alemanha, Bélgica, Holanda, França, Reino Unido, Suíça e Suécia.

Nestes mercados foi detetada a chegada de ovos procedentes de quintas onde se utilizou um inseticida empregue para matar piolhos e pulgas proibido na indústria alimentar da União Europeia. “Identificámos um pequeno número de ovos distribuídos no Reino Unido a partir das quintas afetadas”, assinala a agência de segurança alimentar britânica. O organismo indica que dado o número de ovos afetados é muito baixo e que o risco para a saúde pública é reduzido. Também a congénere suíça declarou que as quantidades localizadas até ao momento não representam um risco para a saúde dos consumidores.

A crise despoletou na Holanda onde se observou a presença deste pesticida em 28 remessas de ovos e o Governo aconselhou a interrupção do seu consumo.

Publicidade

BIC reduz a previsão de crescimento

Carrefour lança quatro novas marcas