in

Comércio a retalho europeu eleva vendas em agosto

Imagem Shutterstock

Em agosto, mês marcado por algum relaxamento das medidas de contenção da Covid-19 em muitos Estados-membro, o volume do comércio a retalho, ajustado dos efeitos da sazonalidade, aumentou 4,4% na zona euro e 3,8% no conjunto da União Europeia, em comparação com julho, indica o Eurostat.

Em julho, o volume do comércio a retalho tinha caído 1,8% na zona euro e 1,2% na União Europeia.

Em comparação com o mesmo mês de 2018, o índice cresceu 3,7% na zona da moeda única e 3,5% na União Europeia.

 

Pedidos pela Internet aumentam 12,4%

Em concreto, na zona euro, e por comparação com julho, o volume de negócios do comércio a retalho aumentou 6,1% para os produtos não alimentares, categoria onde os pedidos pela Internet e pelo correio cresceram 12,4%. Nos alimentos, bebidas e tabaco, o crescimento foi de 2,4% e nos combustíveis para automóveis 2,1%.

Já no conjunto da União Europeia, o aumento foi de 5,1% para os bens não alimentares, 2,2% para os alimentos, bebidas e tabaco e 2,1% para os combustíveis.

 

Portugal contrai 1,4%

Entre os Estados-membro para os quais há dados disponíveis, os maiores incrementos no volume do comércio a retalho deram-se na Bélgica (9,6%), em França (6,2%) e na Alemanha (3,1%). Portugal, com uma queda de 1,4%, protagonizou a terceira maior descida, superado apenas pela Roménia e Eslovénia, ambas com uma queda de 1,6%.

Publicidade

Vale Dona Maria Vinhas do Sabor

Quinta Vale D. Maria lança gama Douro Superior

Dufry Shops

Alibaba entra no “travel retail”