in

Carrefour investigado por forçar fornecedores a descer preços

A autoridade francesa da concorrência está a investigar o Carrefour por alegada manipulação de preço.

A notícia é avançada pelo The Wall Street Journal e dá conta de que os inspetores deste organismo estiveram esta segunda-feira, dia 15 de fevereiro, na sede do Carrefour, em França, no seguimento das acusações de vários fornecedores do grupo retalhista de que este os obriga a baixar os preços como condição prévia de negociação, prática que é proibida por lei.

O Carrefour já veio a público afirmar que o grupo cumpre a lei e que “se foram cometidos erros, a empresa aceitará as consequências e tomará as medidas necessárias” para os corrigir.

Publicidade

Comissão Europeia lança plataforma de resolução de litígios para as compras online

Jungheinrich apresenta novo empilhador combinado para corredores estreitos