in

Asos diminui lucro em 68%, mas vendas aumentam 13%

O grupo britânico de comércio eletrónico Asos, que no ano passado emitiu três “profit warnings”, diminui em 68% o lucro no último exercício, terminado a 31 de agosto.

A empresa registou um lucro antes dos impostos de 33,1 milhões de libras (38 milhões de euros), embora tenha aumentado as vendas em 13%.

A receita da Asos ficou em 2.733,5 milhões de libras (3.145 milhões de euros). O aumento foi impulsionado pelas vendas no Reino Unido, que subiram 15%, para 993,4 milhões de libras (1.143 milhões de euros).

No exterior, o grupo faturou 1.664,3 milhões de libras (1.915 milhões de euros), 11%  mais. “Este ano foi crucial para a Asos“, afirma Nick Beighton, CEO. “Investimos significativamente e melhorámos a nossa plataforma global, mas isso teve um impacto maior do que prevíamos inicialmente“, reconhece o executivo. “No entanto, tendo identificado as causas fundamentais dos nossos problemas operacionais, fizemos progressos substanciais para encontrar soluções nos últimos meses“.

O gestor enfatiza que a Asos está “bem posicionada” para capitalizar o crescimento global graças à sua força logística e ao volume dos seus negócios internacionais.

Prevendo 2020, a Asos estabeleceu o objetivo de aumentar a sua gama de produtos, fortalecer as suas capacidades organizacionais, eliminar custos não estratégicos e otimizar a fidelização e aquisição de clientes.

Publicidade

Publicidade

54% dos utilizadores de redes sociais seguem empresas ou marcas

Maria quer colocar os portugueses a consumirem mais fruta