in

53% dos portugueses confiam em produtos amigos do ambiente

Em termos gerais, os portugueses encaram o ambiente como um problema imediato (81%), existindo 17% que considera ser uma preocupação futura. Para 2% é uma discussão exagerada.

Dados do estudo “Marcas de Confiança 2016”, da Selecções do Reader’s Digest, que analisa também a temática ambiental e avalia os níveis de confiança em várias áreas neste domínio.

Quando questionados sobre a confiança nos produtos e marcas que se apresentam como “amigos do ambiente”, 42% dos consumidores admitem confiar bastante e 11% assume que confia muito.

Relativamente à frequência com que compra estes produtos, a maioria fá-lo “algumas vezes” (49%). Por sua vez, 27% dos inquiridos compram estes produtos muitas vezes, 23% poucas vezes e 1% nunca.

A preocupação das empresas em encontrar soluções que minimizem ou anulem os efeitos negativos das suas práticas tem vindo a merecer o reconhecimento dos cidadãos que, neste estudo, de forma absolutamente espontânea, indicaram as marcas em que confiam quando se trata de proteger o planeta.

São dez as Marcas Verdes 2016: Continente (Hiper/ Supermercados), CTT (Empresas de serviço público), EDP (Fornecedores de energia), Miele (Grandes eletrodomésticos), Nestlé (Empresas do ramo alimentar), Philips (Lâmpadas / Equipamento de iluminação), Renova (Fabricantes de papel), Toyota (Automóveis), Valorsul (Empresas de tratamento de lixo) e Vulcano (Esquentadores).

Publicidade

Garmin apresenta relógio com GPS para os adeptos de múltiplos desportos

Hama lança cabo antirroubo com tomada USB