in ,

2020 define as tendências para o sector da perfumaria

Vendas online passaram para 15% do mercado

Ao longo do ano, confirmou-se o crescimento das vendas de produtos de beleza através da Internet, bem como a mudança de hábitos de compra na quadra natalícia, segundo dados da Perfume’s Club, empresa do sector da beleza que opera exclusivamente no canal online.

Em termos gerais, a campanha de Natal costumava representar entre 30% e 40% das vendas totais anuais no sector da perfumaria em Portugal, mas, nos últimos anos, a Black Friday mudou este este comportamento, chegando a retirar cerca de 60% a 70% das vendas que tradicionalmente se faziam no Natal.

É cada vez mais frequente surgirem novas campanhas, que vão sucessivamente antecipando as anteriores, como é o caso do Singles Day, originalmente uma tradição do mercado chinês, celebrada no dia 11 de novembro, e que se tem vindo a impor como mais uma data imprescindível para dar o pontapé de saída às campanhas de Natal.

Na mesma linha, em meados de outubro, celebrou-se o Amazon Prime Day, um evento anual de descontos exclusivos para os membros do serviço de subscrição do gigante do e-commerce. Assim, a Perfume’s Club antecipou-se a essas datas com o seu próprio Dia Sem IVA e, no início de setembro, aplicou em Espanha um desconto equivalente ao valor deste imposto numa seleção de mais de 55% do seu catálogo online.

 

Vendas online

O resultado positivo de todas estas campanhas, na sua maioria realizadas por empresas de e-commerce, evidencia uma das principais tendências que se consolidaram em 2020: cada vez são mais os consumidores que adotam as compras online.

De acordo com o CTT e-Commerce Report, divulgado em novembro passado, a expectativa dos retalhistas portugueses é de que o comércio eletrónico cresça na ordem dos 40% a 60% até ao final de 2020, precisamente em consequência do atual contexto de pandemia e de grande alteração dos hábitos dos consumidores.

No caso da perfumaria, em 2020, as vendas online passaram de uma quota de 6% para 15% do mercado, ganhando terreno às vendas em lojas físicas. A Perfume’s Club prevê duplicar as previsões de crescimento do mercado e crescer entre 30% e 40%.

Há dez anos tomámos consciência do potencial do e-commerce e, por isso, fundámos a Perfume’s Club: o único ‘pure player’ do sector de beleza na Península Ibérica. A nossa natureza como comércio nativo digital levou-nos a desenvolver processos e a contar com os recursos necessários para ir ao encontro da procura atual e futura que representa esta mudança de paradigma”, afirma Gerardo Cañellas, CEO e fundador da Perfume’s Club.

Publicidade

Delivery

6 em cada 10 consumidores continuarão a recorrer ao delivery de comida após a pandemia

Continente

Continente apresenta campanha de final do ano