in ,

Worten reduz consumo energético nas lojas através de inteligência artificial

A Worten anuncia ser a única marca do retalho a apoiar um dos mais recentes projetos de inovação financiados pela União Europeia, designado por SATO – Self Assessment Towards Optimization of Building Energy.

Este projeto irá realizar, através de um sistema de inteligência artificial, análises autónomas de avaliação e otimização dos equipamentos existentes nos edifícios ou em lojas, com o objetivo de melhorar a performance energética.

Através desta parceria, a Worten consegue, assim, reforçar os seus compromissos na área da sustentabilidade, nomeadamente no que diz respeito à redução da pegada carbónica e inerente redução do consumo de eletricidade. “A Worten está altamente empenhada nos seus compromissos de sustentabilidade relacionados com a poupança nos gastos energéticos, que contribui diretamente para a diminuição da pegada ambiental da empresa. Além disso, este projeto irá criar as ferramentas necessárias e ideais para permitir à comunidade ser mais sustentável; estamos a falar concretamente de conseguirmos, por exemplo, antecipar avarias, o desgaste e alguns problemas mais complexos dos equipamentos elétricos e eletrónicos que compõem a nossa oferta para o consumidor final”, afirma António Fuzeta da Ponte, diretor de Marca e Comunicação da Worten.

 

Contributo da Worten

A cadeia contribui para o projeto SATO em duas vertentes: edifícios e equipamentos. No caso dos edifícios, a Worten irá implementar nas suas lojas, espalhadas um pouco por todo o país, um software de inteligência artificial para realizar análises autónomas de avaliação e otimização dos equipamentos mecânicos e elétricos (iluminação, Avac, IT Hardware, móveis eletrificados). O objetivo será, claramente, diminuir os consumos energéticos e otimizar as operações de manutenção preventiva e corretiva, numa ótica de aumento da sustentabilidade da presença física, diminuição de custos e otimização das intervenções.

No que se refere à segunda vertente ligada aos equipamentos, e com uma abordagem focada, sobretudo, no consumidor, o projeto oferece uma solução de inteligência artificial que permite registar, monitorizar e antever o funcionamento dos aparelhos eletrónicos e eletrodomésticos existentes nas casas dos clientes. De forma a antecipar as necessidades do consumidor, podem ser ativados serviços de pós-venda direcionados (seguros, campanhas de substituição de equipamentos, de reparação, auxílio à poupança da fatura elétrica, eficiência e certificação energética, etc.).

 

SATO

O projeto SATO arrancou no dia 1 de outubro de 2020 e deverá terminar a 30 de setembro de 2023. Com um investimento global de sete milhões de euros, conta com um total de 20 parceiros, entre os quais a Worten, de sete países europeus.

Publicidade

Upping SalesAccelerator

Upping lança plataforma que acelera vendas e aumenta fidelização às marcas

Hortas Urbanas Klepierre

Centros comerciais da Klépierre Portugal fazem crescer alimentos saudáveis com as suas hortas urbanas