in

Worten investe 7 milhões de euros em novo conceito de loja

O objetivo é reforçar a liderança. Para tal, a Worten investiu sete milhões de euros na criação de um novo conceito de loja.

O montante envolveu o desenvolvimento do conceito que, segundo Inês Drummond Borges, diretora de marketing da insígnia, vem responder à visão de Worten do futuro, assim como nas suas três primeira materializações em Matosinhos, na loja recentemente aberta no MarShopping, no Colombo, em Lisboa, e em Almada. Só para loja do Colombo, a grande “flagship” da Worten na região de Lisboa, com quatro mil metros quadrados, foram direcionados 3,5 milhões de euros.

Este novo conceito será agora, paulatinamente, aplicado às restantes 179 lojas que a Worten possui em Portugal. Este ano, a insígnia vai investir 12 milhões de euros na renovação do parque de lojas e na abertura de novos pontos de venda. Até ao final do ano, serão renovadas 70 lojas, com a Worten a prever integrar este novo conceito em duas dezenas destas intervenções. Já novas aberturas serão nove, todas já com a nova filosofia, a primeira das quais a acontecer, previsivelmente, já no início de março. Sem adiantar a localização, Mário Pereira, administrador da Worten, sublinhou, contudo, que se trata de uma localização estratégica e importante para a empresa.

E em que consiste este novo conceito, desenvolvido com a agência francesa Malherbe, e apresentado esta quinta-feira, dia 26 de janeiro? Mantendo a proposta de valor assente no preço e nas promoções, este novo conceito promove, acima de tudo, a omnicanalidade. De acordo com Mário Pereira, as lojas Worten vão apresentar-se mais modernas e atuais e trabalhar a fusão do mundo físico com o online. Na entrada das lojas, ecrãs gigantes, em forma de portal, reforçam a vertente tecnológica da insígnia, com conteúdos de maior impacto. Nova sinalética e etiquetas de produto ajudam o cliente a escolher o produto mais adequado. Foram ainda criados espaços de interação com o cliente, para demonstração e experimentação dos produtos, com especial destaque para as zonas de gaming, hoverboards, DJ, animação infantil, drones ou robots de aspiração, bem como uma nova área especializada em encastre e onde serão realizadas ações de showcooking.

Mário Pereira adianta, também, que foi feito um grande investimento em gama. Para além das referências que estão fisicamente presentes nas lojas, será possível aos clientes comprar todo o catálogo Worten, mesmo produtos que apenas estejam disponíveis online. Para tal, e também para reforçar as credenciais de serviço e atendimento da Worten, existem agora os chamados Expert Point. “A Worten, que desde sempre democratizou o acesso à tecnologia em Portugal, vem agora enriquecer, de forma significativa, a experiência de compra que oferece aos seus clientes, tornando-a mais experiencial e relacional”, acrescenta Inês Drummond Borges. “Este novo conceito assenta num espaço onde apetece estar e descobrir as novidades, contando com balcões de apoio específicos, onde, com a ajuda dos nossos vendedores especializados, está acessível toda a nossa gama de produtos, ainda que não esteja fisicamente na loja. Comprar online e recolher aqui é agora mais fácil e rápido na zona de Click & Collect”. No futuro, nos espaços Expert Point, será também possível fazer logo o pagamento das compras.

Outra das áreas de forte intervenção foi o serviço pós-venda Worten Resolve, que dispõe agora de um espaço mais confortável com cafetaria integrada, numa parceria com a Delta Q.

O novo conceito começou a ser implementado no final de 2016 e representa o culminar de um processo de renovação para a Worten que se iniciou com a nova identidade e posicionamento. Mas 2017 poderá ser também um ano de novidades para a insígnia, que, com a internacionalização em mente, está, tal como afirmou Mário Pereira, há sensivelmente um ano, aquando da apresentação da nova imagem, “a procurar aproveitar o túnel de vento da Sonae MC”. Para já, o administrador da Worten apenas adianta que estão a ser estudados vários mercados, acompanhando a expansão da Sonae MC.

Em Espanha, a cadeia já possui 53 pontos de venda e vai abrir, este ano, mais 10, num investimento de 11 milhões de euros, que contempla novas aberturas e renovações.

Outra novidade para 2017 é o arranque do modelo de franchising. Sem adiantar os moldes do contrato de franquia, nem potenciais parceiros, Mário Pereira indicou, contudo, que serão conhecidas novidades em breve.

Publicidade

Empresas satisfeitas com Código de Boas Práticas Comerciais europeu

Nestlé compra empresa egípcia Caravan