in

Volume do comércio retalhista recua 0,5% na zona euro em abril

Volume diminuiu 0,6% na UE

volume do comércio a retalho
Foto Shutterstock

Em abril de 2024, em comparação com março de 2024, o volume do comércio a retalho, corrigido de sazonalidade, diminuiu 0,5% na área do euro e 0,6% na UE, de acordo com as primeiras estimativas do Eurostat. Em março de 2024, o volume do comércio a retalho cresceu 0,7% na área do euro e 0,6% na UE.

Em comparação com abril de 2023, o índice de vendas a retalho corrigido pelo calendário permaneceu estável na área do euro e diminuiu 0,1% na UE.

 

Comparação mensal

Especificamente, em comparação com março de 2024, na área do euro, o volume do comércio a retalho diminuiu 0,5% para os produtos alimentares, bebidas e tabaco, 0,1% para os produtos não alimentares (exceto combustíveis) e 2,2% para os combustíveis em estabelecimentos especializados.

Na UE, o volume do comércio a retalho diminuiu 0,9% para os produtos alimentares, bebidas e tabaco, manteve-se estável para os produtos não alimentares (exceto combustível para motores) e os combustíveis para motores em estabelecimentos especializados diminuíram 2,0%.

Entre os Estados-Membros para os quais existem dados disponíveis, as maiores descidas mensais no volume total do comércio a retalho foram registadas na Letónia (-3,3%), em Chipre (-3,1%) e na Dinamarca (-2,7%). Os maiores aumentos foram observados na Eslováquia (+2,4%), na Bulgária e na Áustria (ambos +1,9%) e em Portugal (+1,7%).

 

Comparação anual

Numa base anual, em comparação com abril de 2023, na área do euro, o volume do comércio a retalho diminuiu 0,5% para os produtos alimentares, bebidas e tabaco, aumentou 0,4% para os produtos não alimentares (excluindo o combustível para motores) e o combustível para motores em lojas especializadas aumentou 0,3%.

Na UE, o volume do comércio a retalho diminuiu 0,1% para os produtos alimentares, bebidas e tabaco, aumentou 0,1% para os produtos não alimentares (exceto carburantes) e manteve-se estável para os carburantes em estabelecimentos especializados.

Entre os Estados-Membros para os quais existem dados disponíveis, os maiores declínios anuais no volume total do comércio a retalho foram registados na Polónia (-7,3%), na Bélgica (-5,8%) e na Estónia (-4,9%). Os maiores aumentos foram observados na Bulgária e na Roménia (ambos +9,8%), na Croácia e na Eslováquia (ambos +8,6%) e no Luxemburgo (+7,3%).

Siga-nos no:

Google News logo

Missão Continente Sacos Solidários

Missão Continente angaria mais de 810 mil euros através do projeto “Sacos Solidários”

Ervideira Invisível

Invisível da Ervideira celebra 15 anos