P&G
Foto Shutterstock
in

Volume de negócios da P&G aumenta em 5%

A Procter & Gamble (P&G) encerrou o seu último ano fiscal com um volume de negócios de 80.187 milhões de dólares (78.345 milhões de euros), o que representa um aumento de 5% em relação ao ano anterior, incluindo um efeito positivo de 4% relacionado com o aumento de preços e 2% devido ao maior volume de vendas.

Além disso, o grupo norte-americano aumentou o seu lucro líquido atribuível em 3% nos últimos 12 meses para 14.742 milhões de dólares (14.403 milhões de euros).

Todas as linhas de negócio da multinacional registaram aumentos anuais nas vendas, lideradas por cuidados da casa, com um volume de negócios de 27.556 milhões de dólares (26.923 milhões de euros), mais 6%; seguida por cuidados do bebé, mulher e família, com 19.736 milhões de dólares (19.282 milhões de euros), mais 5%; e por beleza, com 14.740 milhões de dólares (14.401 milhões de euros), mais 2%.

O negócio da saúde atingiu 10,824 mil milhões de dólares (10,575 mil milhões de euros), um aumento de 9%, enquanto que a categoria de barbear e depilação alcançou receitas de 6,587 mil milhões de dólares (6,435 mil milhões de euros), 2% acima do ano passado.

 

“Ventos de proa significativos”

Para o seu quarto trimestre fiscal, a P&G relatou receitas de 19,515 mil milhões de dólares (19,066 mil milhões de euros), 3% acima do mesmo período do ano passado, enquanto o lucro líquido aumentou 5% para 3,052 mil milhões de dólares (2,981 mil milhões de euros).

O ano fiscal 2022 foi outro ano sólido“, afirmou o presidente e CEO da P&G Jon Moeller, que disse que a execução das estratégias da empresa proporcionou “um forte crescimento das receitas brutas, crescimento dos lucros e um retorno significativo em dinheiro aos acionistas face aos fortes ventos contrários operacionais e de custo“.

Olhando para o ano fiscal de 2023, o chefe executivo da multinacional proprietária de marcas como Ariel, Tampax, Oral-B, Gillette e H&S não está muito otimista: “esperamos mais um ano de ventos de proa significativos“.

AB InBev

Vendas da AB InBev aumentaram 11,3% entre abril e junho

Mercado global de automação de marketing deve crescer 14,2% em 2022