in

Vendas globais de computadores crescem 3% no 3.º trimestre de 2019

As vendas globais de computadores atingiram 70,4 milhões de dispositivos no terceiro trimestre de 2019, 3% mais do que as 68,4 milhões de unidades vendidas no mesmo período do ano anterior, segundo a consultora IDC.

O relatório volta a colocar a Lenovo como a empresa que vendeu a maioria dos computadores entre julho e setembro.

A consultora destaca que as vendas de computadores tradicionais registaram o seu segundo trimestre consecutivo de crescimento, devido à demanda no segmento comercial e às tensões comerciais existentes entre os Estados Unidos e a China. “Com a previsão de tarifas mais altas no futuro, os fabricantes de PCs começaram novamente a aumentar o stock adicional durante o trimestre, embora o processo tenha sido um pouco mais difícil, pois muitos enfrentaram restrições de oferta por parte da Intel, deixando à AMD mais espaço para crescer“, disse o responsável de investigação de Mobile Device Trackers da IDC, Jitesh Ubrani. Em relação às tensões comerciais internacionais, Jitesh Ubrani indicou que estão a causar mudanças na cadeia de abastecimento, uma vez que a maioria dos fabricantes de laptops está preparada para transferir a sua produção para outros países da Ásia, como Taiwan e Vietname.

Segundo a IDC, a Lenovo é a empresa que mais vendeu computadores no terceiro trimestre em todo o mundo, com 17,3 milhões de dispositivos, 7,1% mais do que um ano atrás e com uma quota de mercado de 24,6%.

A seguir está a HP, com uma quota de mercado de 23,8%, depois de aumentar as suas vendas em 9,3%, para 16,8 milhões de unidades.

A Dell ocupa a terceira posição, com 12,1 milhões de computadores vendidos (17,1% de quota de mercado).

A Apple é a quarta empresa com mais vendas, com cinco milhões de dispositivos e 7,1% de quota de mercado. A Acer ocupa o quinto lugar, com 4,4 milhões de unidades vendidas e uma quota de 6,3%.

UHU lança o novo Led Light Booster

Carsten Knobel sucede a Hans Van Bylen como CEO da Henkel