in

Vendas mundiais de computadores caem 4% no quarto trimestre

As vendas mundiais de computadores excederam os 68 milhões de unidades, no quarto trimestre de 2018, 4% menos que no mesmo período do ano anterior, de acordo com as consultoras IDC e Gartner, que colocam a Lenovo como a empresa que vendeu mais computadores nos últimos três meses do ano.

Especificamente, a IDC disse que as vendas de PCs atingiram 68,1 milhões, no período entre outubro e dezembro, o que representa 3,7% menos do que em 2017 e a maior queda desde o terceiro trimestre de 2016. Isto levou a que, no conjunto do ano, as vendas tenham descido 0,4%.

Por sua parte, a Gartner estima em 68,6 milhões os computadores vendidos, nos últimos três meses de 2018, 4,3% menos do que no quarto trimestre do ano anterior, enquanto que para o ano inteiro aponta um declínio de 1,3%, até 259,4 milhões de unidades.

As consultoras indicam na sua análise as incertezas políticas e económicas em alguns países e, especificamente, as tensões entre os Estados Unidos da América e a China, como a causa deste declínio nas vendas, que também foram afetados pela escassez de processadores no mercado.

Ambas as empresas colocam a Lenovo como a empresa que vendeu mais computadores, no quarto trimestre do ano, em todo o mundo, com mais de 16,5 milhões de dispositivos e uma participação de mercado de mais de 24%. De seguida, a Hewlett Packard (HP) com uma quota de 22,4% (15,4 milhões de unidades), segundo Gartner, e de 23,6% (16,1 milhões de unidades), de acordo com a IDC.

A Dell ocupa o terceiro lugar, com 11,3 milhões de computadores vendidos (16,5% de quota de mercado), de acordo com a IDC, enquanto Gartner estima 10,9 milhões de unidades e uma quota de 15,9% do mercado. A Apple é a quarta empresa que vendeu mais computadores, com 4,92 milhões de dispositivos e uma participação de 7,2%.

Publicidade

Projeto de preservação de abelhas do Lidl ganha reconhecimento da ONU

Burger King inaugura restaurante no Estádio Universitário de Lisboa