in

Vendas do Lidl crescem 9,5%

Grupo Schwarz fatura mais 8,6%

No último exercício, as vendas do Lidl cresceram 9,5%, para os 89 mil milhões de euros, dando o principal contributo para o forte desempenho da sua casa-mãe, o Grupo Schwarz.

A empresa matriz do Lidl e da Kaufland concluiu o exercício com uma faturação de 112.700 milhões de euros, mais 8,6% que no ano anterior. Os resultados do maior grupo retalhista da Europa não se viram afetados pelos efeitos da Covid-19, já que o exercício foi encerrado a 29 de fevereiro.

Para este desempenho também contribuiu a Kaufland, cujas vendas cresceram 4,5%, para os 23.700 milhões de euros.

 

Faturação aumenta no 1.º trimestre

No fecho do exercício 2019/2020, Lidl e Kaufland estavam ativos em 33 países, com mais de 12.500 lojas e 458 mil colaboradores.

No que se refere ao exercício atual, ainda não é claro para o Grupo Schwarz qual será o impacto da crise sanitária, embora um porta-voz tenha indicado ao jornal alemão Heilbronner Stimme que a faturação aumentou consideravelmente no primeiro trimestre. Sublinhou, contudo, que há menos compras impulsivas e que as medidas implementadas para conter o vírus representam uma subida dos custos.

Publicidade

Media Markt

3.500 empregos ameaçados na Media Markt e Saturn

Vacinação ECI

El Corte Inglés prepara campanha de vacinação dos seus colaboradores contra a gripe sazonal