in

Vendas da Heineken crescem 5,3% em 2017

A Heineken encerrou 2017 com vendas de 21.888 milhões de euros, mais 5,3% que no exercício anterior. Em termos orgânicos, o crescimento foi de 5%.

Os lucros líquidos aumentaram 7,1%, para os 1.935 milhões de euros, o que representa um crescimento orgânico de 25,6%.

Em volume, as vendas evoluíram 3%, totalizando 218 milhões de hectolitros. Melhoraram em todas as regiões onde a cervejeira holandesa opera: Europa (+0,2%), Américas (+3,3%), África, Médio Oriente e Europa de Leste (+4,8%) e Ásia‐Pacífico (+8,9%).

O crescimento orgânico da marca Heineken foi de 4,5%, um dos melhores dos últimos anos. A empresa destaca o “crescimento saudável” da marca em mercados como o espanhol, italiano, francês e holandês, beneficiando do crescimento constante da Heineken Lager e do lançamento da Heineken 0,0. “A marca Heineken evoluiu muito bem e lançámos a Heineken 0,0 em 16 países. Convertemo-nos na segunda maior empresa de cerveja no Brasil, após a aquisição da Kirin, comprámos 1.900 pubs Punch Tavertns no Reino Unido e adquirimos a plena propriedade da Lagunitas”, assinala Jean‐François van Boxmeer, presidente do Conselho de Administração e CEO da empresa.

Publicidade

Amazon quer lançar-se na entrega de encomendas

Marca Alsa pode passar para as mãos da Dr. Oetker