in

Vendas da Dr.Oetker crescem 11% em 2020

Foto Andriy R/Shutterstock

Os confinamentos levaram a um maior consumo de congelados, nomeadamente, de pizzas, o que se refletiu nas vendas da Dr. Oetker, que em 2020 cresceram 11%, numa base comparável, para os 3,7 mil milhões de euros.

Apesar da pandemia, fomos capazes de alcançar um resultado muito satisfatório no ano fiscal de 2020”, comenta Albert Christmann, presidente do conselho da Dr.Oetker.

Apesar da divisão profissional ter tido vendas mais fracas, as regiões da Alemanha e da Europa Ocidental beneficiaram do aumento das vendas nos supermercados. Na Europa de Leste, o bom desempenho das vendas foi mitigado pelo efeito das divisas. Na América do Norte e do Sul, as consequências da pandemia foram sentidas mais fortemente que na Europa. 66% das receitas da empresa alemã foram geradas nos mercados internacionais.

 

2021

Este ano, a multinacional alemã perspetiva que as vendas se mantenham ao nível de 2020. “Depende muito do sucesso da vacinação em todos os países. Se algo aprendemos é de que necessitamos de encontrar soluções globais conjuntas. Nem o vírus nem a economia mundial podem ser abordados por iniciativas exclusivamente nacionais”, aconselha.

Publicidade

sustentáveis

9 em cada 10 portugueses preferem produtos, empresas e marcas sustentáveis

lojas

Supermercados reduzem a diferença de preços para os discounts