in

Vendas da Carlsberg encolhem 6,8%

Foto monticello/Shutterstock

Entre janeiro e março, a Carlsberg viu as suas vendas caírem 6,8%, para os 12.946 milhões de coroas dinamarquesas, informou a cervejeira em comunicado, onde destaca o impacto da Covid-19 no negócio. Os volumes também retrocederam 7,6%, para os 26,9 milhões de hectolitros.

Por regiões, na Europa Ocidental, a faturação diminuiu 6,9%, para os 6.793 milhões de coroas dinamarquesas, enquanto que na Ásia caiu 12%, para os 4.052 milhões de coroas dinamarquesas. Pelo contrário, na Europa de Leste, as vendas cresceram 5,5%, para os 2.125 milhões de coroas dinamarquesas.

O CEO da empresa, Cees ‘t Hart assinala que os negócios, em todos os mercados, foram afetados em maior ou menor medida pela Covid-19. “Se bem que começamos a ver sinais de recuperação no nosso maior mercado, a China, e sinais iniciais de que os governos levantam as restrições com cautela em alguns países da Europa Ocidental, os outros mercados permanecem bloqueados. Não obstante, os requisitos de distanciamento social continuarão e afetarão o comportamento do consumidor. Consequentemente, os volumes diminuirão ainda mais no segundo trimestre”.

No início de abril, o grupo suspendeu as suas perspetivas para 2020, devido ao aumento significativo de incerteza sobre o impacto da pandemia no desempenho comercial.A situação mantém-se sem alterações, com um elevado grau de volatilidade e incerteza na maioria dos mercados e, em consequência, a previsão para 2020 mantém-se suspensa”.

Publicidade

Mondelez

Mondelez International aumenta vendas em 2,6%

Microsoft

Microsoft supera expectativas