in

Unilever retorna a Cuba após 4 anos de ausência

A Unilever começou a construção de uma fábrica em Cuba, o que significa um retornar ao país após quatro anos de ausência. A fábrica, que começará a sua atividade em 2018, irá desenvolver produtos de cuidados pessoais e higiene do lar.

O presidente da Unilever, Paul Polman, e o ministro cubano de Indústria, Salvador Pardo, lançaram a primeira pedra das instalações, onde serão investidos cerca de 35 milhões de dólares, e que vão gerar 300 empregos diretos e outros tantos indiretos.

A nova fábrica, construída em parceria com a empresa estatal Intersuchel, ocupa uma área de 40 mil metros quadrados na Zona Especial de Desenvolvimento do Mariel (ZEDM), uma grande área industrial e portuária a 45 quilómetros de Havana, onde o governo cubano quer promover a instalação de empresas estrangeiras com condições fiscais favoráveis. “Para a Unilever é um grande prazer voltar a Cuba“, disse Polman, que recorda que se abre uma “nova etapa” na ilha para a multinacional, cujos produtos estiveram presentes no mercado cubano entre 1994 e 2012.

Sabonetes, champô e outros produtos de cuidado do cabelo, pasta de dentes, desodorizante e detergente para lavar a roupa são os principais produtos que sairão da nova fábrica, onde Paul Polman enfatizou que se vai trabalhar com foco no respeito do meio ambiente e desenvolvimento sustentável. O projeto inclui um sistema de geração de vapor que vai reduzir as emissões de dióxido de carbono e uma estação de tratamento de águas residuais que vai reciclar água para irrigação.

Paul Polman também destacou a vontade da sua empresa de “contribuir para reduzir as importações” que agora realiza Cuba para fornecer o seu mercado interno.

Publicidade

Amazon lança Dash Button em Espanha

Preço e segurança são os fatores determinantes na escolha de uma loja online