Ucrânia
Foto Shutterstock
in

União Europeia dá luz verde à isenção de direitos aduaneiros para as importações da Ucrânia

Os 27 Estados-membros da União Europeia deram luz verde à suspensão, por um ano, dos direitos aduaneiros europeus sobre as importações da Ucrânia, uma medida que já tem a aprovação do Parlamento Europeu e que visa dar novo apoio à economia do país devastado pela guerra, de acordo com a Europa Press.

A Comissão Europeia apresentou há semanas uma proposta detalhada para libertar quotas de exportação da Ucrânia, durante 12 meses, com o objetivo de ajudar a recuperar as suas rotas comerciais com o mundo exterior, que foram afetadas pela invasão russa.

A isenção inclui a suspensão total dos direitos aduaneiros sobre produtos industriais, a suspensão dos preços de entrada para frutas e produtos hortícolas e das medidas anti-dumping, bem como medidas de salvaguarda sobre as importações de aço, durante um ano.

 

Comércio livre

A União Europeia e a Ucrânia têm uma parceria de comércio livre, em vigor desde 2016, para promover o comércio entre as duas regiões, mas o acordo está a ser gradualmente introduzido, pelo que ainda existem sectores que não beneficiam do princípio de “quotas zero e tarifas zero” que Bruxelas está agora a oferecer por um período de 12 meses.

pesticidas

Aumento dramático dos resíduos de pesticidas perigosos em frutas e legumes no mercado da União Europeia

custos

Empresas suportam pressão dos custos para evitar aumento de preços aos clientes