in

Super Bock dinamiza arte pública e urbana em parceria com artistas nacionais

“Coruja para as Artes” é a plataforma de apoio à arte pública e urbana dinamizada pela Super Bock, em parceria com a Solid Dogma e um coletivo de nove artistas portugueses. O projeto já arrancou tendo como foco em dois eixos: a atribuição de um prémio anual para artistas emergentes e um programa que cria condições para manifestações artísticas.

Uma das primeiras manifestações públicas desta plataforma resulta da criação de nove obras inéditas pelo coletivo Coruja, composto por The Caver, Contra, Frame, Glam, Kruella, MAR, Mário Belém, Mosaik e Samina, e que podem ser vistas até ao próximo dia 29 de abril, no piso 1 do Time Out Market, assinalando o arranque de uma exposição itinerante, para um maior envolvimento com o público que aprecia novas experiências associadas a este movimento artístico. As nove peças individuais são representações únicas daquela ave notívaga, baseadas no traço original de cada um destes artistas.

O lançamento da plataforma marca também a criação de um novo prémio no panorama nacional que iniciou a sua primeira edição no dia 20 de abril. “Coruja para Arte Pública” é um concurso anual que tem como principal objetivo dar palco à nova geração de artistas integrados neste contexto. Entre os benefícios de participar nesta iniciativa encontra-se uma componente monetária no valor de 10 mil euros, a distribuir pelos artistas que o júri considerar as três maiores revelações, após avaliar o trabalho de todos os candidatos, nomeadamente obras do seu portfólio que já existam no espaço público, o desenho de uma nova proposta criativa e a conceção da mesma em tempo real. Os vencedores vão ser conhecidos, precisamente, daqui a um ano, coincidindo com a celebração do primeiro ano da plataforma “Coruja para as Artes.” 

A plataforma “Coruja para as Artes” é promovida pela Super Bock com um plano de atividades previsto para o triénio 2018-2010. Durante estes três anos, a marca pretende motivar o desenvolvimento da arte pública e urbana como manifestação social e fator importante para a promoção da cultura, através da implementação de iniciativas em colaboração com os nove artistas e de apoio a novos talentos nacionais, gerando igualmente interação com o público.

Recorde-se que este movimento coincide com o lançamento da gama de cervejas especiais Super Bock Coruja em Portugal, através de uma abordagem de comunicação planeada para reforçar esta ligação ativa da marca ao mundo artístico. Session Saison, American Amber Lager e India Pale Ale são as três variedades disponíveis, produzidas utilizando a técnica de dry hopping.

A arte urbana é uma expressão artística à qual a Super Bock está associada há vários anos. Por ser um território relevante para a marca, existe já um histórico que se manifesta em diferentes abordagens e iniciativas. Desde logo está patente em eventos como o Prémio Nacional Indústrias Criativas e no Super Bock Super Rock, festival que tem contado com as parcerias com os Underdogs, Farh 021.3. e Bordallo II, artista responsável pela “Guitrash”, peça icónica que esteve no recinto durante os três dias na última edição.

O compromisso da Super Bock com a arte urbana manifesta-se ainda num dos murais de maiores dimensões do país, localizado junto à sede do Super Bock Group, em Leça do Balio. Mais recentemente, a marca patrocinou o Muro | Festival de Arte Urbana LX_2017 que decorreu em Marvila.

Publicidade

Pedigree oferece exame oral gratuito em clínicas veterinárias

Bandida do Pomar chega aos supermercados