in

Sony anuncia preços e disponibilidade na Europa para o televisor OLED 4K HDR BRAVIA A1

Os primeiros televisores OLED de grandes dimensões para o mercado de consumo da Sony, com a nova tecnologia de som Acoustic Surface e um design sem base, estarão disponíveis na Europa em maio.

Os televisores OLED 4K HDR BRAVIA A1 já estão disponíveis para pré-encomenda em países selecionados. Esta série oferece a qualidade de imagem superior do OLED otimizada pelo processador 4K HDR X1 Extreme da Sony, o primeiro sistema de som Acoustic Surface do mundo e um fator de forma sem base. 

Com mais de oito milhões de pixeis com autoiluminação, a série A1 do OLED assegura uma experiência visual significativamente mais enriquecedora com tons pretos sem precedentes, cores vivas e autênticas, contraste dinâmico, imagens nítidas e um ângulo de visualização panorâmico. O

A Sony foi a primeira a lançar um televisor OLED no mercado, já em 2007, com o XEL-1, um televisor de 11 polegadas. Desde então, continuou a fabricar produtos OLED para transmissão profissional e produção de vídeo, amplamente utilizados para edição, revisão de diários, criação de gráficos, efeitos especiais, assim como para a transmissão e produção cinematográfica. Os ecrãs OLED Master para profissionais da Sony venceram um Óscar Científico ou Técnico (Scientific and Engineering Academy Award), bem como um Emmy técnico.

“Desde o lançamento do produto no Consumer Electronics Show, em janeiro deste ano, recebemos opiniões fantásticas, que elogiam a combinação inovadora que o OLED BRAVIA A1 faz de uma qualidade de imagem líder na indústria com uma conceção de som engenhosa graças à tecnologia Acoustic Surface. É com grande entusiasmo que iremos trazer o OLED BRAVIA A1 para os clientes na Europa em maio”, afirma Motoi Kawamura, responsável pelo marketing TV e planeamento de produto da Sony Europe.

Beneficiando das vantagens da estrutura sem retroiluminação do OLED, a Sony desenvolveu uma nova tecnologia de som, Acoustic Surface, que emite um som potente e de qualidade superior diretamente a partir do ecrã. Ao contrário do que acontece nos ecrãs LED normais, em que o som é emitido pela parte inferior ou pelos lados, o A1 permite uma fusão da imagem e do som, fazendo com que as vozes pareçam surgir diretamente de quem fala e as explosões aparentem vir diretamente do ecrã. Para além disso, a tecnologia Acoustic Surface produz um som panorâmico e sincronização da imagem a partir de todos os ângulos, mesmo nas áreas laterais.

A tecnologia Acoustic Surface ajuda a criar o design inovador da série A1, ao eliminar os altifalantes convencionais habitualmente localizados à volta ou na parte inferior do televisor.

O design do A1 elimina a necessidade de um suporte visível ou de coluna. O resultado é um fator de forma único, sem distrações da imagem. O cavalete de suporte esconde um subwoofer e um sistema de gestão de cabos e pode ser dobrado para dentro, para junto do televisor, para montagem na parede.

Estes televisores estarão disponíveis no início de maio com um PVP recomendado de 5.999 euros para o modelo de 65 polegadas e 3.999 euros para o modelo de 55 polegadas.

Publicidade

Publicidade

ASAE apreende cerca de 600 kg de carne no combate ao abate clandestino

IKEA é a marca do sector do retalho com melhor reputação