centros comerciais
in

Sinergias entre os canais offline e online serão a chave do retalho do futuro

Os canais offline e online serão a chave do retalho do futuro, assegura a Savills Aguirre Newman, que enfatiza a importância das “flagship stores” na unificação da experiência de compra.

A consultora assegura que estes espaços ganham uma nova relevância em pleno auge do negócio online, porque permitem transmitir os valores da marca e oferecer uma experiência única. “Apesar do retalho ter sempre sido entendido como um dos ativos mais seguros e estáveis do sector imobiliário, o confinamento provocado pela pandemia da Covid-19 impulsionou o auge do e-commerce, o que, por sua vez, leva a modificações neste segmento do imobiliário e está a fazer com que a criação de ‘flagship stores’, que sirvam como showrooms para que o cliente tenha contacto com o produto antes de o comprar pela Internet, ganhe importância”, indica a Savills Aguirre Newman.

 

Efeito halo

A consultora também destaca o efeito halo que estabelece uma relação simbiótica entre os estabelecimentos físicos e as suas lojas online, razão pela qual os operadores de e-commerce que abrem canais offline terem visto as suas vendas online aumentar entre 15% e 20%.

Pelo facto do e-commerce não ter uma rentabilidade assim tão elevada – dados os altos custos de entrega e taxas de devolução -, instalações como os centros comerciais irão começar a flexibilizar os seus espaços, utilizando os parques de estacionamento como áreas de “click & collect”, por exemplo.

Estes mesmos centros terão também uma cada vez maior importância na oferta de serviços diferenciadores, como, por exemplo, a instalação de espaços de coworking.

Bebidas alcoólicas

Regras para venda e consumo de bebidas alcoólica na AML mantêm-se

Vitacress

Produtos Vitacress chegam às praias da Grande Lisboa