in

Salsa esteriliza roupa em 30 segundos

Salsa

Após o período de encerramento forçado, a Salsa reabriu as portas ao público com fortes medidas de segurança, de forma a garantir o bem-estar de clientes e colaboradores. Uma destas medidas foi aplicação da quarentena obrigatória às peças devolvidas/trocadas ou experimentadas no provador.

A tecnologia desenvolvida pela MTEX NS, e em teste na loja de Santa Catarina, põe fim a este período de 48 horas de espera e resolve o problema de forma eficaz, em apenas 30 segundos.

Segurança dentro da loja

Já em fase de testes finais, este sistema permite otimizar o processo de compra do cliente, gerir os stocks de forma mais eficiente e, acima de tudo, reforçar a segurança e o conforto na experiência em loja. “O feedback dos nossos clientes tem sido muito positivo. Sentem-se à vontade dentro da loja e mais predispostos a experimentar. Sabem que estão completamente em segurança, é como se todas as vezes que as peças experimentadas o fossem pela primeira vez. É um privilégio poder fazer parte deste processo e, desta forma, testar soluções que podemos adotar noutras lojas no futuro”, afirma Carla Santos, Store Manager da loja Salsa de Santa Catarina.

O equipamento, designado de PHYS UVC STERILIZER, foi concebido e desenvolvido pela MTEX NS, com o apoio do Departamento de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa e do CITEVE. O seu sistema de esterilização combina luz ultravioleta C com ozono, recorrendo, assim, aos processos mais eficazes no combate à Covid-19.

Inovação

Covid-19 atrasa lançamentos no grande consumo

7UP Free

7UP Free entra na onda do verão sem açúcar