in

Quinta de La Rosa estreia novo perfil com o rosé de 2017

O Quinta de La Rosa rosé 2017 apresenta-se ao estilo do consumidor atual. O enólogo Jorge Moreira viu-se “forçado” a desenhar um vinho rosado com uma tonalidade mais pálida, mas sem perder o seu carácter de terroir.

O rosé da Quinta de La Rosa alia a frescura à estrutura, tendo uma boa amplitude na hora de consumir ou como um aperitivo refrescante, mas também à mesa, com saladas, peixes magros e carnes brancas.

Este vinho é feito a partir de uma variedade de castas autóctones e, por isso, comummente utilizadas na produção de vinho do Porto, numa mistura de castas em Vinhas Velhas (40%), Touriga Nacional (30%), Tinta Roriz (20%) e Touriga Franca (10%), pelo método de sangria, ou seja, a partir do primeiro mosto que se obtém na feitoria do vinho do Porto Vintage.

Publicidade

Publicidade

Nestlé lança compromisso para elevar os padrões de bem-estar das galinhas na Europa

Novas tecnologias entre os produtos com maior intenção de compra no online