in

Quinta da Manoella Vinhas Velhas 2014 recebe duas distinções em menos de um mês

Feito a partir de uma vinha centenária no coração do Douro, com mais de 20 castas autóctones, o recém-chegado ao mercado Quinta da Manoella Vinhas Velhas Tinto 2014 recebeu duas distinções em menos de um mês: Melhores Vinhos do Ano pela Revista de Vinhos e Melhores do Ano da Revista Wine – A Essência do Vinho.

  Elaborado segundo práticas tradicionais, este tinto duriense apresenta-se como um vinho de “terroir” complexo, elegante e concentrado.

À matéria-prima junta-se a paixão do casal de enólogos Jorge Serôdio Borges, eleito recentemente Enólogo do Ano 2016 pela Revista de Vinhos, e Sandra Tavares da Silva, que em 2001 iniciaram o projeto pessoal Wine & Soul, cuja primeira criação foi o duriense Pintas. Em 2009, nasceram os primeiros vinhos Quinta da Manoella, uma propriedade vinhateira fundada em 1838 e explorada há cinco gerações pela família Serôdio Borges. Sob a gerência total do casal, os vinhos Quinta da Manoella afirmaram-se como uma referência do Douro.

Publicidade

Publicidade

“Em 2017 antevemos um novo foco nas marcas próprias”

Media Markt Matosinhos celebra 150 dias com campanha sem IVA