in

Primark prevê crescimento de 9% nas vendas

A cadeia irlandesa Primark antecipa um crescimento de 9% na sua faturação, no primeiro semestre fiscal. Excluindo o impacto das divisas, as vendas deverão crescer 7%.

Em termos comparáveis, o negócio da cadeia de retalho pertencente à Associated British Foods deverá cair 11%, fruto do impacto negativo do bom tempo registado em outubro e que atrasou a venda das coleções de inverno. Não obstante, a Primark espera que as vendas comparáveis do segundo trimestre aumentem 1% em termos homólogos, beneficiando do recorde de vendas conseguido com a campanha de Natal.

A empresa indica que o arranque da comercialização das coleções de primavera/verão está a correr bem.

A Primark relembra que as vendas no Reino Unido cresceram 8% face ao mesmo período do ano anterior, com a recuperação da quota de mercado a ficar a dever-se ao aumento em 4% das vendas comparáveis e da área de vendas. Nos Estados Unidos da América, o negócio continua a avançar.

Este ano fiscal, a Primark espera aumentar em 111.484 metros quadrados a área de vendas. No terceiro trimestre, irá crescer em 46.451 metros quadrados, fruto da abertura de sete novas lojas, incluindo uma em Espanha, duas em França e uma na Alemanha, na Bélgica, nos Estados Unidos da América e no Reino Unido.

Publicidade

Nokia ‘ressuscita’ o telemóvel do The Matrix

Nasce o primeiro supermercado de startups do mundo