in ,

Posse de máquinas de café com sistema de cápsulas duplica em 10 anos

Foto Shutterstock

Segundo os resultados do estudo TGI da Marktest, hoje há duas vezes mais possuidores de máquinas de café expresso com sistema de cápsulas do que há 10 anos.

Na vaga global de 2020, o estudo TGI da Marktest contabiliza 7 milhões e 192 mil indivíduos que referem possuir máquina de café em suas casas, um número que representa 84% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos.

Este número tem mostrado uma tendência de aumento desde 2011, quando a penetração deste equipamento era de 69.5%.

 

67.1% dos lares portugueses

Os dados do TGI revelam ainda que as máquinas de café expresso com sistema de cápsulas são as mais comuns, estando presentes em 67.1% dos lares portugueses. A penetração deste tipo de máquinas tem crescido sistematicamente, passando de uma penetração de 32.3% em 2011 para os 67.1% agora observados. Estes números significam que, no espaço de 10 anos, a penetração deste produto duplicou em Portugal.

 

placeholder

 

O gráfico mostra ainda que a evolução de penetração destas máquinas tem sido, em alguns momentos, quase um espelho da evolução das tradicionais máquinas de café expresso, que registaram uma tendência de baixa até 2015, contrariada nos dois anos seguintes, mas de novo evidente em 2019 e 2020.

Publicidade

Encruzado Grande Reserva

Quinta de Stº António lança Encruzado Grande Reserva

Bricomarché

Bricomarché celebra o 23º aniversário com nova campanha