in

Porquê continuar a investir em talento apesar da Covid-19?

Foto Shutterstock

A Covid-19 transformou repentinamente o estilo de vida e modelos de trabalho, levando uma grande quantidade de profissionais a trabalhar remotamente. Por outro lado, as soluções tecnológicas permitem que as organizações continuem a procurar, entrevistar e contratar novos colaboradores à distância.  Para alguns responsáveis de seleção, realizar o processo de recrutamento ou de “onboarding” de forma totalmente digital é território desconhecido. Ainda assim, porque é que continuar a investir em talento é agora crucial para tantos negócios?

A Robert Walters, consultora em recrutamento e seleção especializada para postos intermédios e diretivos a nível global, destaca cinco razões para continuar a recrutar.

 

Fazer a diferença

Se antes da Covid-19 tinha necessidade de contratar um perfil específico, volte a analisar porque é que precisava de um profissional com essas competências e experiência. Neste momento, compreende-se que se atrasem os processos de recrutamento, mas pode ser que, a curto prazo ou mesmo imediatamente, seja imprescindível e diferenciador para a sua empresa contar com o know-how que este potencial empregado ofereceria. Realizar esta contratação poderia permitir à sua empresa tornar-se mais competitiva e impulsionar os resultados do seu negócio rapidamente.

 

Continuar a impulsionar e transformar o negócio 

Hoje em dia, o trabalho remoto permite, a um grande número de empresas, manter a continuidade das suas operações, dentro do possível.  Porém, é importante que os objetivos estratégicos da organização não se bloqueiem por falta de pessoas com conhecimentos específicos. Pode contratar o talento necessário remotamente (por exemplo, por vídeo-entrevista) para assegurar que o negócio continua a avançar.

Por outro lado, é provável que, para muitas empresas, certos desafios, como a transformação digital dos seus canais de venda, tenham passado de ser um objetivo a longo prazo para uma necessidade básica e imediata e que todos os esforços vão nesse sentido. Para concretizá-lo, pode ser necessário contratar perfis específicos rapidamente, pelo que deve estar aberto a fazê-lo de forma totalmente remota nesta fase, adaptando o seu processo de recrutamento.

 

Escassez de talento especializado continuará a ser uma realidade 

Se o talento, que tanto lhe custa encontrar para preencher vagas muito especializadas, está disponível agora, invista nele. A escassez de perfis especializados para certos sectores e áreas vai continuar após a Covid-19, pelo que não deve perder nenhuma boa oportunidade de atrair esse talento e mantê-lo na sua organização.

 

Trabalhar por projeto

Se o impacto causado pela Covid-19 não diminuiu a sua necessidade de contratar novo talento, mas conta com limitações ao recrutamento nesta fase, por não poder aumentar o seu “headcount”, há alternativas como o interim management, uma solução externa de contratação que lhe permite incorporar profissionais experientes e habituados a trabalhar por um período determinado num projeto concreto. “Não é necessário realizar uma formação extensa a estes profissionais, pois já contam com a experiência, adaptabilidade e conhecimentos que se requerem para trabalhar em circunstâncias extraordinárias e acrescentar valor desde o início. Para profissionais interim, é possível levar a cabo uma incorporação rápida de sucesso, sem ter o compromisso de uma contratação permanente, e garantindo o talento que precisa para o projeto em mãos”, comenta François-Pierre Puech, Senior Manager da Robert Walters Portugal.

 

Tempo de renovação 

Agora é um bom momento para orientar o seu negócio para estilos, metodologias e procedimentos mais inovadores, rápidos e eficientes. Renovar e implementar novos processos de recrutamento e de “onboarding” digitais e modalidades de trabalho mais flexíveis são uma aposta segura para o futuro. Além de tornar a sua empresa mais atrativa, a digitalização permite melhoria nos tempos de aprendizagem e de resposta, redução de custos e promove a autonomia, adaptabilidade e as habilidades digitais dos colaboradores da sua organização.

Publicidade

C&A

C&A prepara-se para abrir as suas lojas em Portugal

Out of Limits. Nova plataforma digital permite avaliar normas de segurança em espaços com atendimento público

Nova plataforma digital permite avaliar normas de segurança em espaços com atendimento público