in ,

Parlamento Europeu retira Alteração 171

Foto Shutterstock

O Parlamento Europeu retirou a proposta para proibir a semelhança entre os lacticínios e os produtos “plant-based”, que, caso tivesse sido aprovada, inibira os fabricantes de bebidas de soja a descrever a sua oferta como uma alternativa ao leite, por exemplo.

Atualmente, o leite de aveia não pode ser oficialmente descrito como leite, mas a Alteração 171 ia ainda mais longe, proibindo os produtos vegan de fazer qualquer tipo de menção ou apresentar qualquer semelhança aos lacticínios. A proposta foi retirada pelo deputado francês Eric Andrieu, que a tinha submetido, após forte pressão por parte dos opositores da proposta.

 

“Grande vitória para o planeta”

Para a ProVeg, esta é uma grande vitória para o planeta e para o sector “plant based”. “Em vez de perderem tempo com propostas sem sentido, os líderes da União Europeia colocam em ação as suas ambições climáticas e de apoio aos consumidores em fazerem escolhas mais sustentáveis”, acrescenta, por sua vez, Elena Walden, policy manager no Good Food Institute Europe.

A ProVeg vai continua empenhada nabluta contra a proibição do termo “leite”. “A indústria dos lacticínios não tem o monopólio da nossa linguagem comum”, indica.

Publicidade

Sustentabilidade

Portugueses esgotam verbas do fundo ambiental em 3 meses

Medway transporte

MEDWAY lança serviço para transportar mercadorias entre Portugal e a China por comboio