in ,

Parlamento Europeu aprova rotulagem energética de A a G mais clara

O Parlamento Europeu aprovou legislação que visa clarificar a rotulagem energética dos produtos, como máquinas de lavar roupa, televisões e frigoríficos.

As novas regras determinam a introdução de uma escala homogénea de A a G que substitua a proliferação de A+, A++ e A+++. O objetivo é ajudar os consumidores a fazer escolhas mais informadas e a poupar energia, bem como promover a inovação e o fabrico de produtos mais eficientes do ponto de vista energético. Os primeiros rótulos deste tipo poderão ser vistos nas lojas a partir de finais de 2019.

A nova legislação estabelece um procedimento de reescalonamento dos rótulos com base na evolução tecnológica. Este será desencadeado quando 30% das unidades de modelos pertencentes a um grupo de produtos vendidos no mercado europeu esteja na classe A ou quando 50% pertencer às duas classes de eficiência energética de topo (A e B).

Melhorar a eficiência dos produtos “reduz a procura de energia e gera poupanças na fatura de energia dos clientes, contribui para a inovação e o investimento na eficiência energética e possibilita que as indústrias que desenvolvem e fabricam os produtos mais eficientes do ponto de vista energético ganhem uma vantagem concorrencial”, diz o texto aprovado em plenário.

Tal contribui também para alcançar as metas da União para 2020 e 2030 em matéria de eficiência energética, bem como os objetivos da União em matéria de ambiente e de alterações climáticas”, acrescenta.

Publicidade

Nespresso lança primeira campanha produzida em Portugal

ASAE apreende mais de 600 mil euros de produtos contrafeitos