in

Os sectores mais afetados pelo coronavírus

Foto Shutterstock

De acordo com um estudo realizado pela Brand Finance, a economia mundial deverá perder um bilião de euros devido à pandemia por coronavírus.

O sector da aviação será o mais afetado. As empresas deste sector já perderam perto de 185 mil milhões de euros e só a Boeing registou perdas de 55 mil milhões de euros. A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) prevê que a maioria das empresas do sector da aviação apresente quebras dentro de dois meses, como resultado do encerramento das fronteiras.

A lista de sectores mais afectados conta ainda com petróleo e gás, turismo e lazer, restauração e, por fim, retalho. Quanto ao luxo, a Brand Finance indica que já está a sentir os efeitos imediatos da pandemia, uma vez que a maioria dos gastos tinha origem na China, onde o surto teve origem.

O estudo destaca ainda os potenciais efeitos ao nível de patrocínios, nomeadamente no campo do desporto, com o cancelamento ou adiamento de grandes competições, como Europeu de Futebol ou os Jogos Olímpicos.

No sentido inverso, os serviços de entregas ao domicílio, as plataformas de videoconferência e os meios digitais não deverão sofrer tanto e podem até registar uma subida na procura, tendo em conta as novas necessidades dos consumidores.A dura realidade é que muitas marcas não vão alcançar os seus objetivos para 2020, devido aos desafios sem precedentes do surto de coronavírus. Espera-se que os credores possam oferecer flexibilidade e liquidez adicionais”, afirma Teresa de Lemus, diretora geral da Brand Finance Espanha.

Publicidade

Publicidade

Grupo os Mosqueteiros fecha lojas domingo à tarde

Falência económica e mortalidade são as maiores preocupações dos portugueses