“O Mundo Que Queremos” é a nova iniciativa de responsabilidade social corporativa do El Corte Inglés

Ambito Cultural WWF

Os diálogos “O Mundo Que Queremos” do El Corte Inglés arrancaram na esta quinta-feira, 16 de julho, e têm o objetivo de promover a sustentabilidade ambiental, social e económica.

A primeira sessão foi feita em parceria com a ANP|WWF e dedicada aos incêndios florestais. Catarina Grilo, diretora de Conservação e Políticas da Associação Natureza Portugal, abordou o relatório “Um Planeta em Chamas”, recentemente apresentado, e que é uma proposta para a prevenção de fogos rurais na Península Ibérica, particularmente vulnerável aos super incêndios.

O ano passado ficou marcado pelo recorde de incêndios de grandes dimensões em todo o mundo. A região Ártica, Austrália, Indonésia, Amazónia, Europa, Chile, Califórnia ou África Central arderam em eventos de extrema intensidade. Por isso o El Corte Inglés escolheu o tema dos incêndios para o primeiro diálogo “O Mundo Que Queremos”, uma iniciativa que vai decorrer mensalmente nas redes sociais do Âmbito Cultural do El Corte Inglés.

Estes diálogos promovem a inclusão, já que todos os conteúdos vão estar disponíveis com intérprete de língua gestual portuguesa.

Heineken

Covid-19 impacta contas da Heineken

Ocean Feet

Lidl lança primeira coleção de ténis feita a partir de plástico reciclado