in

Nova Pescanova estreita laços com Angola

O Grupo Nova Pescanova está a reforçar as relações com o Governo de Angola, durante a visita que a titular do Ministério das Pescas do país africano, Victoria de Barros Neto, e o diretor do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística (GEPE), Isabel Francisco Cristóvão, estão a realizar em vários centros de produção da multinacional espanhola situada na província de Pontevedra.

O objetivo desta visita oficial foi fortalecer os laços entre as duas entidades, aprofundar as relações comerciais e explorar as possibilidades que capacidades produtivas e tecnológicas da empresa galega podem contribuir para o desenvolvimento futuro da indústria pesqueira em Angola. Especificamente, os centros de produção objeto da visita são as fábrica de surimi e a plataforma logística, ambos em Chapela, o centro industrial localizado em Porriño, assim como as instalações produtivas que a Insuiña administra em Mougás.

A Nova Pescanova opera desde 2005 em Angola com base no porto de Lobito, segundo no país, atrás do situado na capital, Luanda. A empresa e o governo angolano têm estreitas relações comerciais através da empresa estatal Edipesca, que participa nas operações locais que a Nova Pescanova desenvolve no país.

Publicidade

Sainsbury’s lança novo projeto para incentivar a compra de frutas e legumes

Media Markt testa serviço de aluguer de drones e headsets de realidade virtual