in

Nova linha de produção permite fabricar 10 milhões de conjuntos de cápsulas Delta Q por semana

A GLN, empresa de produção de peças plásticas técnicas do grupo Gestmin, de Manuel Champalimaud, investiu numa nova linha de montagem capaz de fabricar 10 milhões de conjuntos de cápsulas Delta Q por semana.

Esta linha, inaugurada na passada quinta-feira, dia 14 de setembro, na unidade da Famolde, na Marinha Grande, representa um marco importante na parceria com o Grupo Nabeiro/Delta Cafés. Implicou um investimento de cerca de 2,5 milhões de euros e representa o reforço de uma parceria que decorre desde 2010. “A história ensinou-nos que o desenvolvimento industrial de Portugal está intimamente ligado a grupos familiares, coesos e apostados na sustentabilidade dos seus negócios. E um bom exemplo disso é a boa relação existente entre os grupos familiares Nabeiro e Gestmin“, defende Manuel Champalimaud, presidente do grupo Gestmin. “Esta parceria de duas empresas portuguesas é o resultado de um trabalho conjunto e em crescendo e que vem, uma vez mais, reforçar a inovação e sustentabilidade do grupo“, acrescenta Rui Nabeiro, presidente do Conselho de Administração do Grupo Nabeiro/Delta Cafés. “É na troca de sinergias que construímos o nosso presente a pensar no futuro”.

O pavilhão que acolhe a nova linha da Delta Q tem capacidade de expansão, caso seja necessário. A nova linha é composta por seis novas máquinas de injeção dotadas da mais avançada tecnologia do sector, segundo adianta a GLN. Deste modo, permite duplicar a capacidade de produção. “É um investimento na inovação“, sustenta Manuel Champalimaud. “Num mundo em constante mudança, as empresas têm de ser criativas e estar preparadas para enfrentar o futuro através das melhores soluções tecnológicas, desenvolvendo novos produtos, serviços e modelos de negócio“.

A GLN, adquirida em 2014 pela Gestmin, e a Famolde, adquirida em 2016, fazem parte do Grupo GLN e são especialistas no fabrico de moldes técnicos de elevada precisão. O grupo é um dos maiores a nível europeu neste segmento, tendo iniciado, recentemente, o seu processo de internacionalização, com a abertura de uma unidade de injeção de plásticos no México. Exporta 75% da sua produção e tem como principais clientes as indústrias automóvel, elétrica e de embalagens.

Publicidade

JD.com forma joint-venture para a área do e-commerce com grupo tailandês

Plataforma digital rastreia pescado desde a primeira milha até ao prato