in , , ,

Nestlé e Pepsi afetadas por expropriação de armazém na Venezuela

O Governo venezuelano expropriou um armazém das Empresas Polar em Caracas, a partir do qual eram distribuídos produtos alimentares de várias marcas, incluindo Nestlé e Pepsi.

De acordo com um comunicado da Polar, a Guarda Nacional da Venezuela ocupou o complexo, que será demolido para construir habitação social. “Não questionamos a construção das habitações, tão necessárias, mas porque deverão afetar instalações industriais ativas”, afirma Manuel Felipe Larrazábal, diretor da Alimentos Polar.

O responsável sublinha que esta situação vai prejudicar, ainda mais, a falta de produtos nos lineares das cadeias de distribuição presentes no país. Deste armazém saíam mensalmente 12 mil toneladas de alimentos e seis milhões de litros.

O complexo gera 600 empregos diretos e 1.400 indiretos.

Publicidade

Diageo investigada nos E.U.A

Pescanova com prejuízo de 25,26 milhões de euros