Monte da Glória Colheita Seleccionada branco e tinto 2019

Sabores do Campo comemora 20 anos de existência

Monte da Glória Colheita Selecionada Branco e Tinto

No mês em que completa 20 anos de existência, a Sabores do Campo acrescenta dois novos vinhos ao seu portfólio: os Monte da Glória Colheita Seleccionada branco e tinto 2019.

O Colheita Seleccionada branco 2019, maioritariamente da casta Roupeiro, de vinhas plantadas em 1991, completa o lote com as castas Arinto e Verdelho. Este vinho revela uma boa acidez e uma mineralidade invulgar, própria do terroir de Estremoz. A fermentação decorreu em separado, lentamente, a uma temperatura de 14ºC para poder extrair todo o potencial aromático das castas. O conjunto demonstra um aroma de frutos tropicais, muito fresco, elegante e uma complexidade própria das vinhas velhas.

Já o Colheita Seleccionada tinto 2019 é um lote de Alicante Bouschet, Aragonez e Trincadeira, também proveniente de vinhas velhas plantadas em 1991. Este vinho revela uma intensidade de cor e concentração muito própria das vinhas velhas desta parcela e, em especial, do Alicante Bouschet. A vinificação foi feita em lagares tradicionais, com capacidade para cinco mil quilogramas e controlo de temperatura, fermentando a aproximadamente 25ºC. A pisa a pé feita três vezes ao dia cumpre, assim, os requisitos técnicos e a tradição de outros tempos. O conjunto demonstra um aroma a frutos pretos maduros e algumas especiarias, com taninos robustos e carácter tipicamente alentejano, o que lhe confere potencial de guarda. A estrutura e concentração deste Colheita Seleccionada integra os 15,2 graus de álcool.

Os Colheita Selecionada branco e tinto acrescentam mais uma alternativa de qualidade ao portfólio da marca que, com mais esta opção, sai reforçado. O canal de distribuição será, preferencialmente, o Horeca.

 

Adega inaugurada

O ano de 2019 marcou a inauguração da nova adega Rainha Santa, em Estremoz, e estes vinhos foram os primeiros produzidos na nova infraestrutura da empresa. A tecnologia, a capacidade de frio e o rigor no controlo das uvas permitiram um acompanhamento mais minucioso e resultados bem mais adequados às pretensões da Sabores do Campo, empresa fundada em 2000 e que se dedica à produção e distribuição de vinhos, azeites e outros produtos alimentares.

O investimento na nova adega permite, além de um maior rigor em todo o processo de elaboração dos vinhos, receber visitas e promover ações de degustação. Sem data definida para um futuro próximo, o enoturismo será outra aposta que se pretende reforçar.

Eats for Business

Novo serviço Uber Eats para empresas

portugueses

Maioria dos portugueses acredita que restrições deveriam ser iguais em todo o país