in

Michel Doukeris vai ser o novo CEO da AB InBev

Carlos Brito e Michel Doukeris

Carlos Brito vai abandonar, no próximo dia 1 de julho, o cargo de CEO da Anheuser-Busch InBev (AB InBev), que ocupou durante os últimos 15 anos. Será sucedido por Michel Doukeris, atual presidente de na América do Norte.

Aos 61 anos, o gestor brasileiro deixará as rédeas daquela que é a maior cervejeira do mundo, proprietária de marcas como Budweiser, StellaArtois e Corona e que, sob a sua gestão, se fundiu com a concorrente britânica SABMiller, em 2016. “Estamos agradecidos a Carlos Brito pelo seu tremendo serviço e liderança”, assinala Martin Barrington, presidente do conselho da AB InBev, que define o gestor brasileiro como “o arquiteto que converteu a AB InBev na cervejeira líder mundial, mediante a integração magistral das empresas que hoje a compõem”.

 

Resultados

Nos primeiros três meses de 2021, a AB InBev obteve um lucro líquido de 493 milhões de euros, que compara com os prejuízos de 1.865 milhões de euros contabilizados no mesmo período de 2020, resultado do impacto de atípicos financeiros.

As vendas atingiram os 10.714 milhões de euros, 11,7% acima do período homólogo, e o volume de cerveja comercializado cresceu 13,3%.

Publicidade

Consumidor

Tendências de consumo que vão afetar os negócios em 2021

Carlos Reynolds Branco e Tinto

Gama Carlos Reynolds quer servir o Alentejo em qualquer ocasião