in ,

Mercado europeu dos produtos biológicos duplicou em 10 anos

Foto Shutterstock

Nos últimos 10 anos, o mercado dos produtos biológicos na União Europeia duplicou de dimensão. O facto de continuar a crescer a um ritmo significativo – em 2017, cresceu 11% -, indica que ainda não atingiu a sua maturidade.

Em 2017, o mercado europeu de produtos biológicos atingiu os 34.300 milhões de euros, o que representa 37% do mercado mundial.

A penetração destes produtos alimentares varia significativamente entre os países. Os dados da União Europeia indicam que os maiores mercados são a Alemanha, com 10 mil milhões de euros, e a França, com 7.900 milhões de euros.

Entre 2010 e 2017, houve um grande aumento entre a quantidade de terra agrícola na União Europeia dedicada à agricultura biológica, cerca de 70% face a 2009. O consumo interno é complementado com as importações, sobretudo de frutas tropicais e frutos secos. As importações ascenderam a 3,4 milhões de toneladas em 2018, com destaque para a China, com mais de 415 mil toneladas de produtos enviados para o mercado europeu. Equador, República Dominicana, Ucrânia e Turquia também têm participações significativas.

O estudo indica que o grande impulsionador para este crescimento da área agrícola tem sido o preço significativamente mais alto dos produtos biológicos, que se comercializam até 150% mais caros que os produzidos de outro modo.

Publicidade

Publicidade

Carlsberg aposta nas cervejas artesanais e de especialidade

eBay em aliança histórica com um retalhista para a venda de produtos na sua plataforma