in

Mercado de alternativas à carne vai ver pequenos ganhos de valor no período 2020-2025

As alternativas à carne são o único sector da indústria alimentar mundial que deverá atingir os dois dígitos em termos de crescimento em valor, no período de 2020-2025, com uma taxa de crescimento de 12,7%.

De acordo com a GlobalData, as marcas devem considerar a taxa de crescimento no contexto do valor ganho, uma vez que este crescimento representa um ganho  comparativamente pequeno de quase cinco mil milhões de dólares,  uma fração do valor ganho pela indústria da carne, que atinge os 341,5 mil milhões de dólares.

Amira Freyer-Elgendy, Food & Drink Associate Analyst da GlobalData, comenta que “é fácil ficar-se entusiasmado com as tremendas taxas de crescimento que temos visto para alternativas à carne, essencialmente ultrapassando em muito todas as outras categorias. Os investimentos e startups que estão a impulsionar tecnologias inovadoras, tais como a impressão 3D, produtos de cultura celular e fermentação de precisão são também promissores. Contudo, estes novos conceitos estão ainda na sua infância e os protótipos ainda estão a ser aperfeiçoados“.

A partir dos dados, é claro que os substitutos de carne não irão ultrapassar o mercado de carne tradicional, nos próximos cinco anos. “Para se tornar um dos maiores ganhadores em termos de valor, o produto tem de ser um alimento base ‘diário’. Carne, produtos de padaria e lacticínios são frequentemente consumidos diariamente e são parte integrante da rotina dos compradores em todo o mundo. Chegar a esse nível é difícil, especialmente para uma categoria que ainda está a encontrar os seus pés“.

 

Pequena base de consumo

Embora o mercado esteja a assistir a uma maior adoção, à medida que as dietas flexitarianas encorajam um consumo baseado em plantas, o inquérito aos consumidores da GlobalData revela que 35% não consomem alternativas à carne baseada em plantas.

“As alternativas à carne são atrativas para os consumidores para além do público vegan ou vegetariano, uma vez que a curiosidade, a saúde e a ética estão a levar os consumidores a experimentá-las. No entanto, uma parte considerável das pessoas ainda se sente desconfiada com as alternativas à carne. Dada a inovação e o investimento que este segmento está a ver, acredito que, nos próximos dez anos, as alternativas à carne se tornarão numa opção forte para o consumo diário e os consumidores ganharão familiaridade e confiança com o tempo“.

Publicidade

Smurfit Kappa

Smurfit Kappa inaugura a Design2Market Factory

Lisbon Bar Show 2022

Lisbon Bar Show regressa nos dias 17 e 18 de maio