in

Mercado automóvel regista queda de 38,4%

automóvel
Foto Shutterstock

No período de janeiro a setembro, foram colocados em circulação 127.168 novos veículos, o que representou uma diminuição homóloga de 38,4%. Recorde-se que, no passado mês de agosto, o mercado automóvel em Portugal teve a segunda maior queda percentual dos 27 países da União Europeia.

A ACEA (Associação Europeia dos Construtores de Automóveis) prevê uma queda do mercado, a nível europeu, entre 20% e 25%, pelo que a descida do mercado automóvel português continua muito superior à média europeia.

Em setembro, foram matriculados, pelos representantes legais de marca a operar em Portugal, 16.404 veículos automóveis, ou seja, menos 9% do que em igual mês do ano anterior.

 

Automóveis ligeiros

No nono mês de 2020, foram matriculados em Portugal 13.186 automóveis ligeiros de passageiros novos, ou seja, menos 9,4% do que no mês homólogo do ano anterior. Nos nove meses do ano, as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 105.660 unidades, o que se traduziu numa variação negativa de 39,3% relativamente a período homólogo de 2019.

O mercado de ligeiros de mercadorias registou em setembro uma evolução desfavorável, tendo decrescido 7,2% face ao mês homólogo do ano anterior, situando-se em 2.516 unidades matriculadas. Em termos acumulados, no período de janeiro a setembro, o mercado atingiu 18.627 unidades, o que representou uma queda de 33,8% face ao período homólogo do ano anterior.

 

Veículos pesados

Quanto ao mercado de veículos pesados, o qual engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, em setembro, verificou-se uma queda de 8,6% em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 702 veículos desta categoria.

De janeiro a setembro, as matrículas totalizaram 2.881 unidades, o que representou também uma queda do mercado de 34,1% relativamente ao período homólogo de 2019.

ZU

ZU apresenta programa solidário para apoiar animais

Phenix Frederico Venâncio

Phenix aumenta investimento contra o desperdício em Portugal