in

Massimo Zanetti reporta prejuízo de 17 milhões de euros

Foto monticello/Shutterstock

O Massimo Zanetti Beverage Group reportou um prejuízo líquido de 17 milhões, no seu primeiro semestre fiscal, o que compara com os lucros de 3,4 milhões de euros do período homólogo de 2019.

As receitas caíram 8,1%, para os 404 milhões de euros, devido à queda nos preços de venda do café torrado (-9,4%), parcialmente compensada pelos volumes (+0,4%) e pelo impacto favorável das divisas.

 

Impacto da Covid-19

Os preços de venda do café torrado foram afetados pelas medidas adotadas, a nível mundial, para conter a Covid-19.

As receitas da empresa relativas ao canal de “food service” caíram 37,6%, enquanto a divisão mass market cresceu 10,6%. As vendas de marca própria desceram 5,7%.

A nível regional, o continente americano gerou vendas de 202,7 milhões de euros (+3,3%), mas a Europa empurrou a faturação para baixo. No norte da Europa, a queda foi de 7,8%, para os 80,5 milhões, e no sul foi de 25,9%, para os 82,5 milhões de euros. Já na região da Ásia Pacífico, as vendas contraíram 19,9%, para os 38,3 milhões de euros.

De acordo com Massimo Zanetti, chairman e CEO do grupo, a maioria dos mercados com exposição significativa ao canal Horeca sofreram uma descida abrupta, a partir de março. Os resultados de junho já revelam uma recuperação considerável deste canal, confirmada em julho, “com sinais encorajadores em vários mercados”.

Publicidade

CTT Cacifos 24h

CTT Cacifos 24H chegam ao MAR Shopping Algarve e MAR Shopping Matosinhos

Sumos

4 milhões de consumidores de sumos de fruta ou vegetais