in , ,

MARL assinala 18 anos

O Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL) assinala 18 anos desde a sua fundação.

Embora sem programa festivo, “porque os tempos justificam diferentes prioridades“, o MARL vive um bom momento da sua história. Os números dos últimos exercícios inverteram uma tendência pouco satisfatória, encerrando já com resultados líquidos positivos, e permitiram pôr em curso um plano de modernização. “As ações de gestão perseguem, obviamente, os objetivos da rentabilização e manutenção do património, da consolidação financeira, da maximização da ocupação e rendimentos, da racionalização dos custos e da maximização da utilização dos recursos“, diz Rui Paulo Figueiredo, presidente do Conselho de Administração e CEO do Grupo SIMAB. Mas pretendem “ir muito mais além da consolidação económica e financeira da empresa“. Recorde-se que o MARL encerrou o exercício de 2017 com um resultado líquido positivo de 4.353,1 milhares de euros, representando, numa base comparável, uma melhoria de 115,4 milhares de euros (+2,7%) relativamente a 2016.

O plano de modernização, a primeira intervenção significativa desde a sua construção, no ano 2000, vai passar pela recuperação de edifícios, pela modernização tecnológica, atualização da imagem, sinalética, rede de dados única, fibra ótica em todo o mercado, sistemas de telemetria para consumos de água e energias, melhorias na gestão centralizada da rede de frio, mobilidade elétrica e soluções de comércio eletrónico. Parte deste plano está já em curso, designadamente algumas das intervenções do foro tecnológico, mas a restante vai acontecer nos anos subsequentes, num investimento anual situado entre os três e os quatro milhões de euros.

Publicidade

Microsoft lança o seu Surface mais pequeno e leve

Distribuição com os resultados mais negativos em matéria de transformação digital