Mais de metade dos anunciantes reduziu investimento

Mais de metade dos anunciantes reduziu investimento
Foto Shutterstock

A pandemia de Covid-19 levou à redução do investimento por parte dos anunciantes. De acordo com o Trend Score, um barómetro de tendências de investimento das marcas em Portugal, promovido pela Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) e pela SCOPEN, 63% reduziu os seus investimentos, 45% em media e 76% em ações de marketing.

Os dados indicam que o outdoor e os media fora de casa foram os meios mais afetados por esta redução de investimento (44%), bem como a imprensa (17%), a televisão (14%) e a rádio (11%). O único meio onde se registaram crescimentos foi o digital, com confirmados por 64% dos anunciantes. “A redução de investimentos esteve diretamente relacionada com uma diminuição nas vendas. 61% dos profissionais inquiridos admitiram que tiveram quebras superiores a 10% e quatro em cada 10 cortaram mesmo o investimento em marketing em mais de 30%. Apenas 6% admite que o volume de negócios aumentou”, refere o estudo.

 

Ações de marketing mais penalizadas

O inquérito, promovido junto a mais de 40 diretores de marketing e comunicação, entre os dias 1 e 15 de abril, mostra que foi nas ações de marketing que os o investimento mais foi reduzido (76%). Com o cancelamento dos eventos desde meados de março, os patrocínios sofreram o maior impacto (61%), seguidos das ações no ponto de venda (26%). “Nesta área, o investimento também passou a ser feito no digital (marketing digital: 22%; conteúdos digitais/ influencers: 17%; webinars: 13%). Ainda 17% dos entrevistados confirmaram um aumento do investimento em comunicação institucional / RP”, indica o Trend Score.

 

Futuro

Com a pandemia ainda a impor limites à ação das empresas, as marcas passaram a ter planos e objetivos a muito curto prazo. O estudo confirma que 54% está a trabalhar com cenários dia-a-dia ou quinzenais. “Predomina o planeamento de ‘muitíssimo’ curto prazo, correlacionado com a alta imprevisibilidade de evolução da crise. Os ajustamentos e alterações são uma constante do dia-a-dia dos marketeers, que se ajustam a cada 15 dias, ou a cada mês, num plano estratégico que estava pensado para o total de um ano”, indica.

Amazon

Amazon com quota 8 vezes maior que o seu principal concorrente nos EUA

Farfetch dispara ventas em 90%

Farfetch dispara ventas em 90%