in ,

LVMH compra a Tiffany

Foto Shutterstock

Após ter visto ser recusada a sua primeira oferta de compra, a Louis Vuitton Moët Hennessy (LVMH) chegou a acordo para a compra da cadeia de joalharia norte-americana Tiffany, por 14.700 milhões de euros.

A empresa francesa do sector do luxo subiu em 12% a oferta de compra apresentada no passado mês de outubro e pagará 122,5 euros por cada ação da Tiffany.

Esta aquisição permitirá à LVMH fortalecer a sua posição na joalharia e aumentar a sua presença no mercado norte-americano. Em comunicado, a empresa francesa indica que, com esta incorporação, irá transformar a divisão de relojoaria e joalharia.

A Tiffany conta com mais de 14 mil colaboradores e opera mais de 300 lojas em todo o mundo. “Estamos muito satisfeitos por dar as boas-vindas à Tiffany, uma empresa com uma herança incomparável e uma posição única no mundo global da joalharia”, indica Bernard Arnault, presidente e CEO da LVMH.

Por sua vez, Alessandro Bogliolo, CEO da Tiffany, reconhece que o negócio acontece num momento de transformação interna da marca e proporcionará um maior apoio, recursos e impulso para que esta se converta na “The Next Generation Luxury Jeweler”.

Publicidade

Publicidade

Quais as preferências dos portugueses para a Black Friday?

Lojas físicas triunfam nas compras por impulso