in

Lucros da Beiersdorf crescem 25%

Os lucros líquidos da Beiersdorf cresceram 25% em 2015, para os 671 milhões de euros.

A faturação da fabricante da Nivea subiu 6,4%, para os 6.686 milhões de euros, no seguimento do lançamento de novos produtos de cuidado corporal. A desvalorização do euro no segundo semestre e a queda dos custos de produção, motivada pela descida do preço do petróleo, tiveram um efeito positivo nos resultados.

O volume de negócios da divisão de consumo melhorou 6,5%, para os 5,546 milhões de euros. A Nivea cresceu 4,5%, a Eucerin aumentou 5,4% e a La Prairie somou mais 1,2%. Na Europa, o volume de negócios cresceu 1,3%, catalisado pelo leste europeu, especialmente pela Rússia. O crescimento de 7,9% na Europa de Leste compensou a descida de 0,3% na Europa Ocidental. A região da América Latina aumentou 10,9% e a América do Norte 3,9%.

Já a divisão de produtos adesivos, a Tesa, cresceu 5,9%, para os 1.140 milhões de euros, liderada pelo desempenho na Europa e América.

Este ano, a Beiersdorf prevê aumentar a faturação em 3% a 4%.

Publicidade

Publicidade

L’Oréal aposta na sua plataforma de “e-commerce”

Fnac quer utilizar a sua rede de lojas para concorrer com a Amazon